04 setembro 2009

Solidão


Solidão não é a falta de gente para conversar, namorar, passear ou fazer sexo... isso é carência.

Solidão não é o sentimento que experimentamos pela ausência de entes queridos que não podem mais voltar... isso é saudade.

Solidão não é o retiro voluntário que a gente se impõe às vezes, para realinhar os pensamentos... isso é equilíbrio.

Tampouco é o claustro involuntário que o destino nos impõe compulsoriamente, para que revejamos a nossa vida... isso é um princípio da natureza.

Solidão não é o vazio de gente ao nosso lado... isso é circunstância.

Solidão é muito mais que isto.
Solidão é quando nos perdemos de nós mesmos e procuramos em vão, pela nossa alma.-

2 comentários:

DoceSussurro disse...

Não gosto da solidão :S

Beijinho*

Pedaços de Tempo disse...

Bonito texto, com um conceito de solidão interessante !

E, eu diria:

Solidão é muito mais que isso.
É ausência de alegria no coração
É luz sem brilho, apenas escuridão
É procurar-nos no horizonte em vão
É um rosto escondido da luz
É um corpo já sem alma...

Gostei do seu jardim e da foto, apesar de esta ter sido muito trabalhada em PhotoShop.

Veja meus Pedaços de Tempo em: www.carlosribeiro-photos.blogspot.com blog, dedicado à fotografia e crónicas de viagem por terras e gentes de vida simples. Se gostar do meu espaço.. subscreva-o também.

Abraço,
CR/de

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin