23 dezembro 2009

NATAL SIMPLICIDADE E PAZ



Natal é esperança e luz.
É família reunida pelo coração.
E distância fica pequena
No amor em centelhas
Que brilham mais que artifícios
Por ruas, casas, mercados.

Natal é palha de manjedoura,
Berço do Menino,
Natal é preces pela família
E por nossos irmãos no mundo.
Natal é alegrar-se com coisas pequenas,
Mas imensas: saúde, sorriso,
Serenidade no lar dos cidadãos
De nosso mundo.
Natal é paz,
Esperança,
Caridade.
É alegrar-se com
os nossos
e com os outros.
Pessoas que cruzam, cruzaram, ou cruzarão
Nossas sendas,
Sem que as percebêssemos.

Natal é deixar de contemplar,
Apenas, nosso próprio ‘eu’.
Natal não é burburinho de centros de compras.
Não é rasgar, afoitos, pacotes de presente.
Natal não precisa de ceia pantagruélica.

Natal é um coração aberto
Capaz de ouvir, ver, sentir
Estrelas festejando uma criança,
E uma família
Que representam crianças e famílias
E aqueles que, um dia,
tiveram crianças e família.

Natal é agradecer
Pelo que temos.
Natal é a lembrança,
Agradecimento por alegrias
Legadas pelos que partiram,
Mas que estão conosco,
Ao redor da manjedoura
De nossa memória.

Natal é a esperança em futuro.
Natal é alma em celebração.

(Ilram)




VOTOS DE SANTO E FELIZ NATAL! DESTE VOSSO JARDINEIRO





Se a vida são dois dias, ao menos que calhe pelo Natal.
Boas Festas (de preferência pelo corpo todo).

3 comentários:

Celina disse...

BELO POEMA SEM DEIXAR DE SER REALISTA DEIXA TRASPARECER PARA NÓS TODO O SENTIMENTO NATALINO UM ABRAÇO E UM FELIZ NATAL PARA VC E FAMILIA.

paula barros disse...

Que poema feito com a verdade da alma, e toca e faz refletir.

Muito belo!

Feliz Natal, e que as palavras desse poema possam está em nossas mentes hoje e sempre.

beijos e abraços com carinho para você e família.

tossan® disse...

Que tua alma seja o cais que nele ancore toda a emoção e ternura nesse Ano que se inicia! Boas Festas! Abraço

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin