01 abril 2009

Porque dura o Amor?


Amigos e amigas, por vezes se interrogam da minha liberdade... Sendo eu, Alentejano e Eborense, um pouco Boémio, Sonhador, pela vida Apaixonado e Amante da Amizade.

pela vida Apaixonado

Um poeta indiano, Rabindranath Tagore, disse: “o mesmo rio da vida que corre pelo mundo corre constantemente pelas minhas veias e baila ao som de sua própria música.. É a mesma vida que grita de alegria, perfurando a terra com incontáveis lâminas de relva, e explode em agitadas ondas de flores”. Ele chamou a isso “o palpitar das eras dançando em meu sangue neste exacto momento”.

Ter gosto pela vida é entrar em contacto com essa dança. É enfrentar o que vem pela frente com despreocupação e liberdade. O desconhecido é o campo de todas as possibilidades que existe em cada instante. Nele encontramos liberdade, vamos além dos condicionamentos do passado e muito além da prisão do espaço e do tempo.

Amante da Amizade

Amizade não é receber, é dar. Não é magoar, é incentivar. Não é descrer, é crer. Não é criticar, é apoiar. Não é ofender, é compreender. Não é humilhar, é defender. Não é julgar, é aceitar. Não é esquecer, é perdoar. Amizade... é simplesmente amar. Fazer novas amizades é fácil. Mantê-las, cultivá-las, acariciá-las no dia-a-dia é que é muito difícil. Isso é o que devemos fazer dia após dia. Acariciar os amigos, mostrando o quanto gostamos deles! Não somos infalíveis. Podemos errar. E é nessa hora que precisamos ser perdoados e compreendidos. Essa é a verdadeira amizade!

Assim vos conto uma pequena história de como fazer o Amor durar

Uma jovem mulher e sua filha caminhavam pela praia. Num certo ponto, a menina disse:

- Como se faz para manter um amor?

A mãe olhou para a filha e respondeu:

- Pegue um pouco de areia e feche a mão com força.

A menina assim fez e reparou que, quanto mais forte apertava a areia com a mão, com mais velocidade a areia escapava.

- Mamãe, mas assim a areia cai!!!
- Eu sei, agora abra completamente a mão.

A menina assim fez, mas veio um vento forte e levou consigo a areia que restava na sua mão.

- Assim também não consigo mantê-la na minha mão!

A mãe, sempre a sorrir, disse:

- Agora pegue outra vez um pouco de areia e mantenha a mão um pouquinho aberta, como se fosse uma colher: fechada o suficiente para protege-la, mas aberta o bastante para lhe dar liberdade.

A menina experimentou e viu que a areia não escapava da mão, pois estava protegida do vento. A mãe concluiu:

- É assim que se faz durar um amor.

4 comentários:

lugirão disse...

Vi o seu link na Paula Barros e vim conferir, muito bom o teu texto e o teu espaço.

paula barros disse...

Oi, dois Alentejanos românticos seria demais rsrsr

Que rosas tão lindas. Sorrisos explendidos.

E eu vou conhecer quando esse jardim tão belo? O coração chega palpita. rsrsr

Um texto que tem muitas mensagens, mas lemos aquilo que nos lê.

"O desconhecido é o campo de todas as possibilidades que existe em cada instante"

E o desconhecido nos move ou nos paralisa, cabe a cada um vencer-se.

abraços em todas as flores desse lindo jardim e no jardineiro também.

Nanda Assis disse...

que post carinhoso, amei a história exemplo.
vc é mesmo uma pessoa especial, e quero continuar por muito tempo aprendendo com vc, ainda que assim distante.

bjosss...
........./\`\./`/\...................
........\/\..V../\/..................
........../6..6\..............___
.........(= Y =).....'___(>@<)
......../`"v"`\...... /.'FELIZ'/|\
....../....-*-....\.....||PÁSCOA||
.....(_/...*....\_)....||O0o 0Ø.||
......./.....*.....\.....|=-=-.=-=-|
...__\...'-*-'.../__..\=-=-=-=/
...(((___/^\___)))..'=-=-=-'

paula barros disse...

Retribuo o abraço em tempo real.

Tão perto....

abracito, abração, abraço bem apertado, abraço fraterno, abraço de carinho, abraço de admiração....

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin