29 janeiro 2009

Da teoria à prática....


O meu amigo Luciano tem a teoria de que quanto maiores forem as mamas pior é a queca.

Na verdade, ele não se chama Luciano, mas eu não vou escrever o seu nome verdadeiro, para evitar que ele deserte da minha cada vez mais curta lista de amigos.

E para ser 100% fiel (e eu sou Fiel!), ele não diz queca. Usa uma palavra de quatro letras que começa por f e acaba em a, tendo no meio um o e um d, que apesar de nosso país ser maldito pronunciá-la na Alemanha tem respeitabilidade suficiente para ser o nome porque é conhecido um craque de futebol que joga na Bundesliga.

O Luciano fundamenta a sua teoria no facto das mulheres bem fornecidas de peito se terem habituado a repousar à sombra da bananeira, ou seja na enorme capacidade de atracção dos seus activos frontais, e por isso, relaxam, não se esforçando o suficiente na cama – ou na mesa da cozinha, ou no sofá da sala, ou nas escadas de serviço, ou seja em qualquer dos locais que sirva de cenário às hostilidades – para proporcionarem uma boa performance ao parceiro.

Eu percebo o que ele quer dizer, apesar de não estar completamente de acordo com a sua teoria, tanto mais que tive a felicidade de conhecer (no sentido bíblico) portentosas excepções à regra do Luciano.

Concordo que uma mulher de mamas grandes tem muito melhor imprensa do que uma que saia ao pai. Isso parece-me óbvio e ululante.

E o sábio ensinamento que o Luciano nos quer transmitir é que na cama, como em tudo na vida, o segredo é do sucesso é 2% de inspiração e 98% de transpiração.

A minha experiência, acumulada nos tempos remotos em que estava activo no mercado, permitiu-me atestar a verdade de sangue do ditado popular que nos adverte para o facto das aparências iludirem.

Há tipas que uma pessoa começa logo a sentir a cabeça a andar à roda só de olhar para elas. Pensamos logo que, se por um daqueles acasos em que a vida é fértil, nos apanharmos em cima dela, nem com uma grua nos conseguem de lá tirar.

São umas enganadoras essas mulheres que parece respiram e transpiram sexo, nos obrigam a exercitar o pescoço quando nos cruzamos com elas nas ruas, mas fraquejam por completo, como o Fernando Mamede, quando chega o momento da verdade e se revelam insípidas, inodoras e desenxabidas - uns monos paralíticos.

Para compensar estas frígidas desilusões, há aquelas gajas pãozinho sem sal, que um tipo não dá nada por elas, mas que depois se revelam umas endiabradas deusas do sexo, dominando uma vastíssima de gama de conhecimentos e recursos, onde não raro está incluída a técnica da vagina sugadora.

Creio que aqui o Camões (o Luís Vaz, não o meu amigo Afonso) tinha toda razão quando nos ensinou que a necessidade aguça o engenho.

As mulheres prendadas por Deus e pelo Holmes Place (clínica) com embalagens de luxo, têm tanta procura que já não sentem a necessidade de se superar quando entram em campo.

Já às outras só lhes resta seguir a receita palmelã do meu amigo Octávio: Trabalho, muito trabalho. Elas têm de deixar tudo em campo. De se aplicar dentro das quatro linhas por forma a construir uma sólida reputação de competência que lhes garante um ritmo de procura masculina que impeça a formação de teias de aranha no acesso à vagina.

12 comentários:

Dai disse...

Cruéis tuas palavras..
Isso de pãozinho sem sal, formação de teias...me atingiu...

Mas muito realista o texto..
Bjoo

Nanda Assis disse...

vc escrevendo assim???
num to acreditando nisso kkk.
mas tem fundamento, a carapuça me serviu rsrs.
agora essa de sair ao seu pai é engrçado, nunca vi esta expressão, adorei.

bjosss...
........ ( . )
........ \ .. \
_____\__\
(____)) .... \----
(____)) ____
(____))
(____))____/----

.

paula barros disse...

Teia de aranha é queca, com diz o seu amigo Luciano.

Entre se saber quem é sem sal ou não, independente do homem ou da mulher, porque também tem homem sem sal, o certo seria provarmos sempre, todos indistintivamente.

Aqui ao comprar queijo sempre nos dão um lasquinha para provar, com o intuito de ver se é salgado ou não, duro ou mole...


Você sempre nos trazendo novidade e eu adorando.

Espera! Vou buscar a fita métrica....

beijos

Rose disse...

Seu amigo tem razão.
Tenha um bom final de semana,amigo.

Rose disse...

Então poderá, de agora em diante, sorrir bastante.Rsrsrsrsrsrsr.
Bom final de semana.

Pelos caminhos da vida. disse...

Tem selinho la no blog para vc.

"Selinho da Amizade"

beijooo

Carla disse...

tem alguma razão o teu amigo...nada como uma boa mistura das duas coisas: prazer à vista e prazer...

tossan disse...

Essa queca do Luciano eu nunca ouvi! Mulher de tetas grandes só tem um problema, ela não vê as batatinhas que vem junto o hamburg. Muito boa! Abraço

Avassaladora disse...

Rsrsrs..
Que isso!
Vc esta em um dia especial!
Muito doido o seu texto!


Beijos avassaladores!

ex-controlador de tráfego aéreo disse...

Oi jardineiro!

Então quer dizer que há mesmo uma fórmula.

Vivendo e aprendendo.

Isso vale para o silicone também?rs

Um abraço fraterno!!!

Menina do Rio disse...

Hilário! Não só este texto, mas tudo o que li aqui...

Fica bem

Beijinhos

Rose disse...

Só passei para lhe deixar um abracito e uma beijoca.

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin